Como usar chapéu floppy


Olá garotas, como estão? Perceberam pequenas modificações no layout? O que acharam?

Procurando um acessório para me proteger do sol, o chapéu floppy me conquistou, por ser leve, ter abas largas, flexíveis e ser bastante estiloso. Mas combiná-lo com peças de verão em pleno inverno goianês não é lá tarefa tão simples.


Apesar de seu um item pouco comum entre as brasileiras, e muitas vezes visto como acessório de vovó, aos poucos, timidamente, o chapéu tem ocupado espaço nos looks, aparecendo, principalmente, nas cidades litorâneas.

Mas, além de um adorno, o chapéu torna-se item essencial em um país como o nosso, com temperaturas altíssimas na maior parte do tempo. No centro-oeste então... =) Ele bem poderia fazer parte do nosso dia a dia deixando as mulheres com ar mais ousado e poderoso. Né não?



Pode ser usado em diversas ocasiões. São super tendência em materiais como feltro e tecido, dando um caimento às abas em curvas sinuosas, e deixando o look mais elegante. Em várias lojas de departamento você consegue encontrá-los.

Acompanha o estilo boho, movimento francês da década de 1920 em que um grupo de intelectuais acreditava na simbiose da moda e da arte o “bohemian of soho”. Este movimento tomou força nas décadas de 60 e 70, em Londres, no Soho, e caracteriza a mistura do Hippie chic com o boêmio e elementos étnicos.

Ele tem a cara do verão (e por isso devem ser usados somente de dia). Ccombinam com diversos estilos, até mesmo com salto alto. Combinar com vestido de flores e uma sandália em nude fica um charme. Se quiser algo mais formal, experimente com calça de alfaiataria e uma blusa lisa.

O Floppy é mais indicado para mulheres que tem cabelos longos e não são tão baixinhas. Mas se você quiser mesmo um e não tiver tanta estatura, é só procurar com calma que encontra alguns com abas um pouco menores.






Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.