Impressões sobre Unbreakable Kimmy Schmidt


Estou completamente apaixonada por Unbreakable Kimmy Schmidt! Há pouco tempo, quando eu e João lemos a sinopse, não dávamos nada pela série da Netflix. Mas decidimos nos aventurar pelo primeiro episódio de 20 minutos e, pronto, eu já estava encantada pelos personagens e pelo desencadear da trama leve, com a fofa Kimmy, absurdamente inocente e atrapalhada, que garante boas risadas. Já contei para vocês que gosto de séries e filmes assim. [Veja aqui quatro motivos para gostar de Modern Family!]


Depois de quinze anos em um culto, Kimmy (Ellie Kemper) é resgatada e recomeça a vida em Nova York. Munida de uma mochila, tênis de luzinhas e livros atrasados da biblioteca, ela se depara com um mundo que achava que nem existia mais. Ingênua, porém resiliente, a ex-reclusa não deixará que nada atrapalhe seu caminho e não demora a encontrar um emprego (trabalhando para Jane Krakowski, de 30 Rock), alguém para dividir um apartamento (Tituss Burgess, 30 Rock) e uma nova vida. No elenco também estão, Lauren Adams, Sara Chase, Sol Miranda and Emmy winner Carol Kane (Taxi, The Princess Bride).

A série foi criada por Tina Fey (30 Rock) e Robert Carlock (30 Rock), que também atuam como produtores-executivos junto com Jeff Richmond (30 Rock), Jack Burditt (30 Rock, The Mindy Project) e David Miner (30 Rock, Brooklyn Nine-Nine).

Unbreakable Kimmy Schmidt é meio maluquinha, mas está longe de ser apelativa. É do estilo cômica com humor ácido. Repleta de bons diálogos e situações, o roteiro brinca com estereótipos e minorias sem parecer ofensivo.


Agora você já tem programa para o fim de semana. Dá para fazer maratona com os 10 episódios da primeira temporada! O problema é que, segundo o IMDB, a próxima temporada só sai em março de 2016. ;(

Contem aqui. Vocês estão acompanhando ou já assistiram?

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.