PNL e exercícios poderosos para fortalecer o amor próprio

Entre o amor próprio exagerado e a carência dele, é preciso encontrar um equilíbrio. Ter uma autoimagem balanceada é fundamental para vivermos de maneira mais plena e feliz em todos os âmbitos de nossas vidas.


Há aproximadamente três anos fiz um treinamento para conhecimento interpessoal baseado em técnicas de PNL "que, combinadas, levam à ampliação da percepção e compreensão sobre comportamentos e atitudes que definem relacionamentos pessoais e profissionais. A aplicação prática dessas técnicas é sustentada em quatro pilares do desenvolvimento humano: autoestima, inteligência emocional, comunicação intra e interpessoal e relacionamento." (Instituto Você) Mas foi de uns tempos para cá que a minha curiosidade sobre comportamento e desenvolvimento pessoal e profissional foi sendo instigada. Desde então, tenho lido a respeito e buscado exercícios que despertem e fortaleçam o melhor de mim. Abaixo, duas atividades fáceis de executar e que podem ser feitas em qualquer momento de sua vida.


Exercício 1: uma lista preciosa
Liste as características que você enxerga em uma pessoa quando ela possui uma autoestima elevada e saudável. A partir disso, você irá se imaginar com todas as características que fazem parte da lista e, em seguida, se perguntar internamente como seria assumir essa imagem e atuar dessa maneira em todas as suas experiências futuras.
Caso a resposta interna seja de conforto e bem-estar, imagine-se já atuando assim nas situações do seu dia a dia. Caso a resposta seja de desconforto, ajuste o que for adequado para sentir o bem-estar de atuar desta nova forma.

Exercício 2: em busca das jóias
Outra forma de fortalecer a autoestima é por meio de um simples exercício de PNL conhecido como “cata jóia”. Com ele, podemos resgatar preciosidades que compõem a nossa história de vida. Para que essa estratégia funcione efetivamente, é adequado que você se sente em um lugar tranquilo e, em um papel, desenhe uma linha que represente a linha da sua vida. Então comece a marcar, cronologicamente, a partir do presente, fatos que marcaram sua vida agradavelmente, como vitórias e conquistas. Você pode listar coisas simples e, para facilitar, começar do período atual e ir retrocedendo.
Ao escrever, procure entrar em contato com cada memória, através das sensações e emoções de cada uma das situações. Sinta, ouça e veja tudo o que marcou cada um desses momentos tão especiais.
Perceba que, dessa forma, você está fortalecendo o seu “eu interior” com todas essas experiências e que, a partir de agora, elas passarão a fazer parte da sua vida de maneira efetiva.

Fonte: Tríada

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.